+55 51 3590.2084
Rua Louro Freijó, 51 – São Leopoldo/RS
[email protected]

Blog

Colina

A importância da suplementação de Colina

A Colina faz parte do complexo B, nutriente essencial para a integridade da membrana celular, neurotransmissores e no metabolismo dos lipídios.

Apesar do nosso organismo produzir este nutriente a ingesta esta abaixo da adequada.

Na alimentação encontramos a Colina em alimentos de origem animal como ovos, carne, peixe, camarão, leite de vaca e leite materno, e em alimentos de origem vegetal tais como brócolis, quinoa, couve-flor, couve de Bruxelas, soja e farelo de aveia.

Veganos estão mais propensos a uma ingesta ainda menor e inadequada deste nutriente, resultando em riscos à saúde e ao desenvolvimento de doenças ligadas à falta deste.

Devemos dar uma atenção especial a pacientes que utilizam a dieta parental prolongada e que muitas vezes não suplementada de Colina.

A importância do consumo da Colina nutriente essencial na produção dos fosfolipídios constituinte da membrana celular, precursor da acetilcolina neurotransmissor que ajuda a manter os níveis de hemocisteina no sangue e também age no metabolismo de gorduras e colesterol .

Pela legislação Brasileira a dose recomendada dia são de 550mg para um adulto de Colina que podem ser administradas através dos alimentos e dos suplementos.

A Colina é usada na prevenção e no tratamento de algumas doenças tais como, doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, DTN(defeito no tubo neuronal), cérebro vasculares, cognitivas e as relacionadas ao fígado.

Doenças relacionadas ao fígado

Uma das principais funções da colina é melhorar a atividade do fígado no consumo exagerado de bebidas alcoólicas.

A deficiência da Colina pode aumentar o risco de desenvolver esteatose hepática (gordura no fígado) não alcoólica e do mau funcionamento do metabolismo do colesterol.

Doenças cardiovasculares e cerebrovasculares

A Colina contribui para a manutenção de níveis normais de homocisteína no sangue. Sabe-se que níveis baixos de homocisteína no sangue pode provocar um aumento no aparecimento de doenças como, infarto cardíaco, hipertensão, angina, AVC, aterosclerose tromboses.

Doenças neurodegenerativas

Importante nas funções neurais a Colina é essencial para o funcionamento ideal do cérebro.

Doenças como Alzheimer e Parkinson onde há o declínio cognitivo progressivo e demência, foram associadas a quantidade reduzidas de acetilcolina.

Pensando em melhorar a qualidade de vida de nossos consumidores a Zèle Alimentos lançou o suplemento Detox que fornece uma excelente fonte de Colina.

Saiba mais em https://www.zelealimentos.com.br/produtos-zele/detox-encapsulado/

By Paty

Referências bibliográficas:
Oregon State University – Linus Pauling Institute –Micronutrient Information Center – Choline. Disponível em <http://lpi.oregonstate.edu/mic/other-nutrients/choline> Acesso
em: 02 de julho de 2018.
USDA Database for the choline content of common foods. Release Two, Beltsville, Maryland, E.U.A., Janeiro 2008.
Vegan Health. Choline. Disponível em <https://veganhealth.org/choline/> Acesso em: 02 de julho de 2018.
Waitzberg, Dan L. Nurtição Oral, Enteral e Parenteral na Prática Clínica. 5ª. Edição, São Paulo: Atheneu, 2017. p. 193
Zeisel, Steven H. Choline: An Essential Nutrient for Public Health. Nutrition Reviews, Volume 67, Issue 11, 01 de novembro de 2009. p.615-623.
FDA (Food & Drug Administration) – Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos E.U.A., Nutrient Content Claims Notification for Choline Containing Foods, 30 de agosto de 2001. Disponível em <https://www.fda.gov/Food/LabelingNutrition/ucm073599.htm> Acesso em 02 de julho de 2018.
EFSA (European Food Safety Authority). 2011. Regulation (EC) n. 1924/2006. Zeisel, Steven H. e outros. Choline and human nutrition. 1994 . Ann. Rev. Nutri. 14: p.269-296.

Sorry, the comment form is closed at this time.